ATLAS DOS CIENTISTAS

Manoel1

Único amazonense integrante do grupo que implantou o Inpa

1913 - 1998

Manoel Bastos Lira, amazonense, Farmacêutico, formado pela então Universidade de Manáos. Bioquímico e Químico Industrial. Professor e Pesquisador da área de saúde. Em 1927, construiu o primeiro receptor-valvulado do Amazonas. Foi o primeiro químicobromatologista e instalou os laboratórios do Departamento de Saúde do Estado.

Em 1940, foi nomeado farmacêutico-chefe da Santa Casa de Misericórdia. É o único amazonense do grupo que organizou e instalou o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), em 1954. Por 25 anos, a partir de 1965, dirigiu a Faculdade de Farmácia e Odontologia da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

O Prof. Bastos Lira publicou trabalhos científicos e dezenas de artigos de sua área de interesse nos jornais e revistas locais, nacionais e internacionais. Em reconhecimento pela contribuição para o desenvolvimento científico e a saúde no Amazonas, a Prefeitura Municipal de Manaus deu o nome Prof. Dr. Manoel Bastos Lira ao Centro de Diagnóstico UBS/PA Balbina Mestrinho, localizado no bairro Cidade Nova. Também levam seu nome a biblioteca da Fundação Djalma Batista e a biblioteca Setorial de Ciências da Saúde.

Recebeu a Medalha de Ouro do Mérito Farmacêutico, Medalha de Ouro do Mérito Universitário da Ufam e Menção Honrosa da Universidade de Ghent (Bélgica), entre outras honrarias.

 

Fonte: SECTI-AM, Atlas dos cientistas do estado do Amazonas

atlas00